Leo afirma que maioria dos deputados são cúmplices de Temer

 

A votação da Câmara dos Deputados, que rejeitou a denúncia contra Temer, torna ainda mais evidente o golpe em curso no Brasil. A avaliação é do Presidente do PT de Esteio, Leo Dahmer, que organiza os movimentos de oposição na cidade. O placar da votação, que rejeitou a abertura de processo crime contra Temer, foi de 263 votos a seu favor, 227 votos contrários, duas abstenções e 19 faltas.

No dia da votação, Leo Dahmer liderou movimentos dirigidos à comunidade local, levando informações sobre a agenda política dos movimentos Fora Temer. Nas primeiras horas da manhã, um grupo distribuía materiais na estação Esteio do Tresurb. Os materiais levaram mensagens de apoio ao prosseguimento de investigação sobre o processo crime contra Temer. Com o título “se não tirarmos o Temer ele vai continuar tirando nossos direitos”, o material levava a denúncia sobre o custo da compra de votos que chegaram a some de R$ 278 bilhões com a seguinte distribuição:

R$ 2 bilhões em compra de votos na Câmara

R$ 19 bilhões em entrega de terras públicas para a bancada ruralista

R$ 11 bilhões em aumento de impostos

R$ 220 bilhões em perdão de dívidas para sonegadores

R$ 26 bilhões por meio da Medida Provisória FUNRURAL.

O presidente do PT de Esteio lamentou os resultados em Plenário e afirmou que os brasileiros sabem dos crimes de Temer e por isso mais de 90% o rejeitam. “Assim como os deputados sabem dos crimes de Temer e, ao votar pela interrupção das investigações, tornam-se seus cúmplices”, concluiu Leo.

LEO FORA TEMER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *