Servidores Municipais realizam assembleia geral e tratam sobre dissídio

Categoria dos municipários de Esteio adere a greve geral do dia 28 de abril

O vereador Leo Dahmer (PT) participou da Assembleia Geral dos Servidores Municipais de Esteio, realizada nesta segunda-feira (24), no Plenário da Câmara Municipal.  A Assembleia Geral foi coordenada pela comissão de funcionários que reuniu com o prefeito para tratar do dissídio. Os servidores definiram manter o dissídio nos termos da Lei de Diretrizes Orçamentárias, que é de R$ 10,5% e não alterar a forma de pagamento do vale alimentação, conforme proposta apresentada pelo governo. Os trabalhadores querem R$20,00 para as categorias que recebem vale-alimentação e R$200 para as categorias que recebem cesta básica. Os servidores municipais também encaminharam a participação na Greve Geral do dia 28 de abril, contra a reforma trabalhista e a reforma da previdência.

O tema do vale alimentação gerou certa apreensão entre os servidores, em virtude da proposta apresentada pelo Poder Executivo de unificar os benefícios e transforma-los em pecúnia dividindo as categorias em duas modalidades, tomando como referência a carga horária. No entanto, categorias com carga horária intermediária ficaram apreensivas com a proposta, que foi submetida ao plenário e perdeu com ampla maioria defendendo a manutenção do modelo de benefício como está. A proposta apresentada pelo governo gerou dúvidas entre os participantes, que foram apresentadas na terça-feira (25), na sessão da Câmara de Vereadores a partir de um pedido de informação do vereador Leo Dahmer. No pedido o parlamentar indaga sobre as vantagens do município em efetivar a proposta de pagamento do vale-alimentação em pecúnia. Na justificativa, o vereador questiona a perda de receita do município gerada pela empresa que administra os cartões e o risco da perda do benefício, caso o Tribunal de Contas venha a considerar a incorporação ao salário, podendo comprometer os índices da Lei de Responsabilidade Fiscal do Município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *